Tendo acne aos 35 anos

anastasiia-ostapovych-IMm3o-Kfkf8-unsplash

Pois é: enquanto os memes sobre engordar ou emagrecer se proliferam, assisti amigas minhas cortando o cabelo em casa… eu virei uma mocinha com o rosto todo marcado. E não é nada bonito!

Começou com os meus ciclos menstruais super irregulares, que como eu monitoro super bem, com as minhas mandalas (clique aqui para ler mais sobre isso), eu sei que estão demorando demais. Falta de menstruação significa falta de ovulação, em primeiro lugar. As causas podem ser várias.

Já revirei o meu corpo inteiro atrás de uma razão apresentável, mas parece ser “só” estresse a explicação. E uma alimentação bastante rica em farinha branca e açúcar, muito parecida com a minha adolescência.

Eu e minha melhor amiga da época costumávamos comer o brigadeiro cru, ou seja, leite condensado com achocolatado sem ir ao fogo. Numa tarde, cada uma com a sua colher. Digamos que eu refinei o paladar, mas continuo muito doceira. Na pandemia, então, nem se fala.

Daí que a minha pele foi deixando de ser lisinha, para ficar cada dia mais “grossa” nas laterais (na têmpora). Começou a despontar umas espinhas sempre nos mesmos lugares, na mandíbula, bem típico de quem tem problemas com hormônios. Não passou com a minha TPM, semanas atrás. E na semana passada, começaram a invadir minhas bochechas, na linha da máscara.

Estou tendo aquelas acnes doloridas, sabe? Que se a pessoa cutuca, fica o triplo do tamanho e altura. Sem uma pontinha amarela gostosa de espremer. Desde que fui vendo elas ficarem mais “internas”, fui parando de mexer, e voltei a aplicar o secativo em cima.

Muitas coisas a se fazer, sem dúvida: intensificar a limpeza, usar um retinol no período da noite, trocar as máscaras que apertam por outras mais folgadas, trocar o protetor solar… e melhorar a alimentação, lógico.

Agora, dei uma pesquisada no assunto, e vou também adotar outros cuidados:

  • vou lavar o rosto de manhã e à noite com sabonete neutro. Eu estava limpando a pele só de noite, com o Foreo e o sabonete, e de manhã deixando só na água. Mas nesse momento, vou precisar intensificar de novo;
  • vou iniciar a passar pomada abrasiva, em noites alternadas. Eu inclusive tenho em casa, pois todo inverno meu dermato me faz “trocar de pele” para ficar com um viço novo, especial. A que eu tenho em casa agora é a Suavicid;
  • vou hidratar o rosto de manhã, depois de lavar. Eu esqueço de hidratar o rosto, na verdade tenho preguiça. Mas estou precisando, porque algo que li em todas as fontes que pesquisei hoje, é que a pele oleosa “trabalha” mais quando não está hidratada;
  • trocar o produto que uso no rosto. Eu comprei de uma amiga um CC Cream da marca Eudora, para testar, porque haviam acabado meus outros que tinha. Mas talvez não tenha funcionado para mim, então, vou usar um que ainda tenho, super naturebão, da Kiko;
  • melhorar um pouco a alimentação. Semana passada já tinha melhorado muito, mas ainda preciso continuar evoluindo e parar com os industrializados. Eu começo o dia bem, mas à noite, sempre dou uma destrambelhada e como tudo o que tem pela frente!

E aí minha gente? Essas cútis andam como? Aceito toda e qualquer contribuição, principalmente, dicas de produtos legais pra enfrentar essa crise.

🙂

 

 

Um comentário em “Tendo acne aos 35 anos

  1. Meu rosto também tem pipocado, Thais! No meu caso, tenho certeza que é doce. Nunca fui muito chegada, mas agora não passo um dia sem chocolate. Talvez a falta de atividade física também tenha alguma relação, eu costumava andar de bicicleta e agora só faço exercícios em casa.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s