Wrap de couve com recheio de carne moída

IMG_5565

 

Atualizando esse cantinho com uma receita feita semanas atrás, porque estou viajando e só escrevi recentemente mais diarinho – mas resolvi alternar para não cansar a dileta audiência. 

A Bela Gil ensinou na primeira temporada de seu programa que se pode enrolar a couve como um sanduíche, recheando com coisas deliciosas (clique neste link para ver a receita dela). Eu cheguei a reproduzir à época, encantada com as cores, com o tanto de saúde e nutrientes desse lanchinho.

E logo depois, isso meio que hypou também entre as pessoas lowcarb, usando recheios de frango, de carne, queijos e o que mais você considerar possível.

Aconselho a sempre fazer com recheios entre o pastoso e o seco (como queijo em fatias por exemplo): tudo aquilo que tiver muito molho, fatalmente escorrerá enquanto você come. A ideia é ser prático o suficiente para se comer com as mãos, e até levar para fora de casa num ambiente sem louça e talheres, então, esse é um cuidado importante.

A couve não tem praticamente gosto nenhum. É uma forma ótima de comer verduras para quem não as suporta. É crocante e fibrosa o suficiente para não rasgar com o recheio, mas ainda flexível. Não aconselharia fazer com alfaces, talvez as folhas maiores da acelga também fiquem boas com este preparo. Escolha as folhas maiores, para fazer um sanduichinho mais seguro, que não vaze!

 

IMG_5086
Logo antes de enrolar – eu gosto do talo, se você não gosta, tire

WRAP DE COUVE COM RECHEIO DE CARNE MOÍDA

1 folha bem grande de couve, lavada e seca, com o talo mantido ou não

2 colheres de sopa de carne moída refogada, já fria

1 passadela de maionese, guacamole, hommus ou outra pastinha da sua preferência

Numa tábua grande, abra sua folha de couve e passe primeiro sua “maionese” (neste caso usei guacamole, que dá um pouco de sujeira se estiver mais molhadinho). Depois coloque a carne, cuidando para que ela fique bem centralizada (use a risca do talo para se orientar, e deixe pelo menos uns 3 dedos de comprimento para a dobra).

Escolha uma das pontas e enrole, passando por baixo para ficar fechadinho o rolinho. As pontas, dobre como um envelope ou pacote de presente: não deixe nenhuma parte de fora.

Se for comer depois, passe num papel filme, que aí eles ficam bem apertadinhos e moldam melhor no formato. Na hora de comer, só cortar pela metade e se servir, usando como um sanduichinho mesmo!

 

IMG_5566
Minha versão da Bela Gil, o vegetariano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s