Risotto de abóbora com bacon e 7 dicas para risottos perfeitos

 

9ba5aab5-2097-4ffb-93d8-40369f7c49c2

 

Eu gosto muito de cozinhar, mas confesso que sou melhor como reprodutora de receitas do que como criadora de fato. Mas essa que estou mostrando hoje eu fiz inteirinha dessa mente aqui, então me empenhei em escrever a postagem, pois acredito mesmo que quem faz um risotto, faz todos. Só precisa aprender algumas pequenas ideias para não ficar meio esquisito, mas ruim, mesmo, acho difícil ficar.

Esse foi criação minha, mas com inspirações de coisas que já sei de outras receitas que funcionam lindamente: abóbora com roquefort é um casamento antigo, estilo rúcula com tomate seco. A farofinha crocante de bacon com aroma cítrico eu inventei depois de ler que um restaurante aqui da minha cidade está usando isso como guarnição de um nhoque. Tive certeza que ficaria incrível quando li sobre isso, e estava certíssima!

7 DICAS NINJA PARA SEU RISOTTO FICAR CERTINHO:

 – mantenha uma boa quantidade de água (ou caldo) quente enquanto faz o risotto. Colocar água fria por cima pode desandar;

– não deixe nenhuma etapa para fazer durante o cozimento do risotto. Para não grudar no fundo, nem maçarocar, nem ficar com cozimento desigual, você precisa ficar ali mexendo, uns bons 20 minutos sem se ausentar;

– não use coisas em conserva, tais como palmito, azeitonas ou picles. Com o cozimento, fica excessivamente ácido, e acaba com um sabor desagradável;

– se não tiver o vinho branco, substitua por outra bebida alcoólica o mais neutra possível, mas sabendo que o sabor vai aparecer. Eu já usei vodka, uísque, conhaque, rum e sempre ficou gostoso;

– se você quer um risotto branquinho, cozinhe os vegetais (ou a carne) em separado e só adicione ao final, assim, fica junto, mas não misturado. Claro que isso não se aplica a risottos que você quer que tenham o sabor daquele ingrediente cozinhando junto (como um cogumelo desidratado, por exemplo, ou uma carne);

– camarões, bacon, vegetais de cozimento rápido como brócolis e abobrinhas, não devem ir direto para a panela do risotto. Mas você pode adicionar o sabor deles na água do cozimento, fervendo cascas no caso de camarão e legumes, e fritando previamente o bacon na panela de risotto, mas retirando ele após (igual eu fiz neste);

– o risotto não espera você, você que espera por ele: mesa posta, pratos já prontos, pimentas e qualquer outra guarnição que você for usar têm que estar prontas no momento em que você vai tirar da panela e servir. Risotto cozido demais vira reboco, não vacile;

RISOTTO DE ABÓBORA COM FAROFINHA DE BACON CÍTRICO (2 pessoas):

½ cebola branca picada em cubos

2 colheres de sopa de bacon picado em cubos

raspas de 1 limão siciliano

1 xícara de arroz arbóreo ou carnaroli

1 xícara de vinho branco seco

8 a 10 fatias bem finas de abóbora japonesa

½ xícara de parmesão ralado

1 pequeno pedaço de Roquefort, Gorgonzola ou outro queijo azul (10g está ótimo)

sal e pimenta a gosto

MODO DE PREPARO

Coloque as fatias de abóbora numa panela com água fervente, deixando cozinhar por cerca de 7min, até que elas fiquem uns 80% cozidas, mas ainda firmes. Se quiser, adicione nesta água algumas ervas secas. Retire as abóboras desta água e mantenha a água aquecida, ela é o seu caldinho de abóbora para o risotto.

Na panela onde irá cozinhar o risotto, coloque o bacon em cubos, fritando até ficarem crocantes. Retire-os para um pratinho com papel toalha, para se manterem crocantes. Raspe ali o seu limão siciliano e deixe quietinho.

Na panela com a gordura do bacon, adicione as cebolas, o arroz e refogue até ver que as extremidades dos grãos de arroz estão ficando transparentes (uns 3-4min). O centro estará branquinho e assim se manterá durante esta etapa de cozimento. Adicione o vinho, deixe o álcool evaporar e fique mexendo.

Agora começa a etapa de cozimento: quando ver que o caldo está quase secando, adicione mais uma concha de água ou caldo quente. Mexa, adicione mais. O centro da panela sempre terá mais caldo que as bordas.

Quando você ver que o grão está praticamente cozido, mas ainda firme (morda um grão: se ele esfarelar na mordida, ainda não está bom), desligue o fogo, adicione o queijo ralado, o sal, remexa e tampe a panela. Deixe descansar e cozinhar no próprio calor cerca de 5min.

Finalize as fatias de abóbora: salteando numa frigideira, ou na airfryer (eu fiz assim). Deixe elas com aspecto de chips. Tempere com um pouco de sal.

Destampe a panela, adicione azeite de oliva, corrija o sal se necessário, e distribua o risotto entre os pratos. Adicione sua farofinha de bacon, disponha as fatias de abóbora e esmigalhe o queijo azul por cima das fatias de abóbora. Coma imediatamente!

Um comentário em “Risotto de abóbora com bacon e 7 dicas para risottos perfeitos

  1. Muito boa.
    Suas receitas sao bem explicativas.
    Muita sensibilidade nas palavras certas que nos leva para dentro do prato.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s