Receita de Guacamole – 4 dicas ninjas

IMG_3957Eu sou de fases com certas comidas e preparos, e definitivamente, o guacamole é uma das bolas da vez. Como no mínimo uma vez por semana, sendo que às vezes acontece de comer até mais. Com o outono se aproximando, talvez isso mude – mas foi um longo e delicioso verão cheio de guacamoles lá em casa!

De tanto fazer, peguei alguns truques e também desenvolvi algumas preferências. Sem purismos, acho bem legal usar uma receita como guia, mas ir se adaptando ao gosto de sua freguesia: equacionar limão, sal, pimenta e o polêmico coentro é para quem tem coragem!

A minha receita é uma mistura desta receita aqui, da Ana, e um toque da receita da Bela Gil – tenho o livro, mas aprendi a dela no seu programa de TV. Variações são possíveis e bem-vindas, surpreendentes.

ATENÇÃO À CONSERVAÇÃO DA ESTRELA, O ABACATE

  • gosto de comprar o abacate ainda verde, e todos os dias ir apalpando até concluir que amadureceu. Não costumo mais errar o ponto pelo hábito, mas para quem tem insegurança, pode gostar da dica da “cor do furinho” (onde o cabinho estava: o abacate precisa estar verdinho-amarelado, não verde demais, nem marrom);
  • ao abri-lo, se não for usar tudo, mantenha o caroço na metade que irá guardar. Ele vai escurecer na parte em que foi cortada, se quiser um resultado estético melhor, corte uma fina fatia e por baixo estará verdinho;
  • abacate cortado em fatias fica verdinho no congelador e depois fica ótimo batido como guacamole ou mesmo um smoothie doce;
  • ao começar o guacamole, imediatamente esprema o suco de limão em cima, assim ele não escurece.

GUACAMOLE

1 abacate médio

1 dente bem miúdo de alho (variação: 5 talos de cebolinha verde)

suco de 1 limão

1 colher de chá de Tabasco (ou outro molho de pimenta, ou pimenta moída)

1/2 maço de coentro (FUNDAMENTAL para o sabor, mas se você não suportar, troque pela erva que gosta mais: salsinha funciona muito bem)

1/2 pimenta dedo de moça fatiada, sem as sementes

sal a gosto

azeite de oliva a gosto

1 tomate grande, sem sementes, picado em cubos (ou um punhado de tomatinhos cereja cortados na metade)

MODO DE PREPARO

Abra o abacate, coloque numa tigela bem espaçosa, e imediatamente esprema o limão em cima, cuidando para que pegue em tudo. Amasse com um garfo, bata com o mixer se tiver (o abacate mais firme fica melhor com o mixer), deixando uma textura meio pedaçuda ainda, não completamente emulsionada.

Acrescente o alho espremido ou triturado bem miudinho, a pimenta fatiada, o molho de pimenta, o azeite, o coentro e o sal. Misture tudo muito bem, com uma colher.

Finalizado isso, se for comer imediatamente, adicione os tomates e misture. Se não for comer ainda, espere: na hora de comer, coloque os tomatinhos, do contrário eles soltam água e “desandam” o ponto da guacamole.

Coma com os tradicionais nachos, numa noite mexicana, ou apenas acompanhando uma carne, ovos, frango, sanduíche, feijões… É uma delícia, muito refrescante e perfeito para as noites de verão!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s